terça-feira, 17 de julho de 2012

O Espetacular (mas nem tanto) Homem-Aranha

Em um post anterior comentei sobre a falta de criatividade que assola Holywood. Mesmo assim não aguentei e fui ver o reboot da franquia Spider Man.
Andrew "Peter Parker" Garfield
Ao meu ver o grande erro dos filmes anteriores foi o pieguismo do conflito amoroso que transformou o Homem-Aranha em uma espécie de "emo"-aranha. Nessa nova versão temos um herói mais físico e, portanto, mais divertido, representando aquilo que se esperaria de um adolescente escalador de paredes.

Não é a mamãe!
É claro que aventura é bastante prevísivel, como não poderia deixar de ser. Mas ao meu ver o que mais influi na melhora da narrativa é o efeito "Dark Knight". Não há como negar que o sucesso do filme baseado em outro campeão de adaptações levou o gênero de filme de super-heróis a um novo patamar. Não basta levar às telas uma história criada há décadas e contá-la da mesma maneira. Assim o Peter Parker chorão de Tobey Maguire dá lugar a um adolescente skatista irascível, na medida é claro que cabe ao mais infantilizado de todos os heróis Marvel. Outra influência que se nota no ponto de vista narrativo vem de "Os Vingadores", com o já tradicional gancho pós-créditos.

Certamente os fãs do gênero vão se divertir com "O Espetacular Homem-Aranha". Mas ainda fica a pergunta de até quando vamos ficar sujeitos às mesmas e recauchutadas histórias...


4 comentários:

  1. Respostas
    1. Valeu Nickel! É "noisy"!!! E viva o ócio criativo!!

      Excluir
  2. Jean adoro seu blog, eu quero ver o espetacular homem aranhmais vc falando assim fico sem saber se vou ou não. rs

    ResponderExcluir
  3. Sônia, se gosta de uma boa aventura e quer apenas se divertir, ASSISTA e não se arrependerá. Visualmente o filme é demais. Mas como eu disse, a história é muito manjada então fica sempre aquele ar de 'deja-vu'... Abraços!

    ResponderExcluir