segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

CASAGRANDE: Filme e Ópera-Rock inspirados na vida ex-jogador

O folclórico ex-jogador e comentarista Casagrande viveu uma vida desregrada quando atleta e suas peripécias continuam a render, como informa a nota do site Whiplash que reproduzimos abaixo:

“Walter Casagrande Júnior foi o jogador e é o comentarista mais rock’n’roll da história do futebol brasileiro”. A frase do publicitário Washington Olivetto está na biografia do ex-jogador, lançada em 2013, que vai virar filme e ópera-rock. A ideia do filme é do ator José Loreto. "Ele leu o livro, ficou empolgado e quis conhecer o Casa e eu. Depois de um tempo, falou que a obra daria um filme e que ele queria fazer o papel do Casagrande", conta o autor da biografia "Casagrande e Seus Demônios", o jornalista e escritor Gilvan Ribeiro.
O filme deve ser lançado em 2018, e a ópera-rock ficará por conta do músico Arrigo Barnabé. "É uma conversa bem antiga e que voltou a caminhar recentemente", conta Gilvan, que explica ainda que o único requisito exigido por Casagrande é que o roteiro do filme ficasse por conta de seu amigo Marcelo Rubens Paiva.

domingo, 3 de dezembro de 2017

O pior Brasileirão de todos os tempos?

Campeonato decidido. Corinthians campeão com méritos. E, a não ser que você seja corintiano, é provável que a sensação de ter testemunhado o pior brasileirão dos pontos corridos é grande.

Times de alto investimento entregaram campanhas pífias. É o caso de Palmeiras, Atlético Mineiro e Flamengo de quem se esperava muito mais. 

O que dizer do São Paulo? Belo time no papel mas precisou estar com a corda no pescoço para jogar algo parecido com o futebol. A se comemorar apenas as grandes atuações de Hernanes que merece todas as premiações possíveis. Esperamos que Tite tenha a decência de convocá-lo para a Copa, nem que seja para compor o grupo. 

O Grêmio campeão da Libertadores não pode ser considerado decepção, mas é evidente que seu desinteresse pelo Brasileirão foi importante para não termos uma reta final mais competitiva.

Santos foi pelo mesmo caminho, mas foi tão incompetente que chega a dar pena.

Fechando a leva dos desinteressados, temos o Cruzeiro ganhou a Copa do Brasil mas se contentou em ser um coadjuvante no Brasileirão.

Equipes de quem não se esperava tanto entregaram menos ainda: Fluminense, Atlético Paranaense e Botafogo estão nesse grupo. 

Dentre as equipes valentes, temos o Vasco, que aos trancos e barrancos vai fez uma campanha digna e a Chapecoense, que se restabeleceu após sua tragédia, ambos chegando à desejada Libertadores.

Avaí e Atlético Goianiense mostraram muito pouco e vão ter que juntar seus cacos na Série B. 

A briosa mas instável Ponte Preta enfiou-se onde não devia e vai fazer o dérbi com o Guarani.

O Sport reagiu nas últimas rodadas e com a garra nordestina se segurou na elite.

Uma menção honrosa vai para o Bahia, uma grata surpresa que foi um dos times mais vibrantes do campeonato e que mereceria uma chance na Libertadores.

Calendário esquisito, troca de técnicos, péssimo planejamento, medalhões cansados, falta de ambição e competitividade. Tudo isso contribuiu para uma percepção negativa da nossa principal competição. 

Nem o campeão passou ileso com seu tortuoso segundo turno. 

Em 2018 teremos a atenção dividida com a Copa do Mundo. Mais um fator para contribuir com o baixo nível do campeonato? A perspectiva não parece muito animadora. 

Mas pelo menos espero que tenhamos mais times com vontade legítima de vencer. Caso contrário, é melhor mesmo acompanhar divisões inferiores, onde pelo menos não há tanto comodismo.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Futebol e Rock'n'Roll: o time do coração de alguns Rockstars

Como sabem, sempre publicamos curiosidades sobre rockstars que não escondem sua paixão futebolística. Para quem não tem paciência de vasculhar nossos arquivos, eis aqui uma listinha compilada pelo site Whiplash que revela o time de alguns famosos rockers tupiniquins (alguns deles, in memoriam): 

ATLÉTICO-MG:

Paulo Jr. (Sepultura)
Haroldo Ferreti (Skank)
Fernanda Takai (Pato Fu)
Lelo Zaneti (Skank)
Wilson Sideral

CORINTHIANS:
Andre Matos
Badauí (CPM 22)
Charles Gavin (Titãs)
Dinho (Mamonas Assassinas)
Jão (Ratos de Porão)
Rita Lee

CRUZEIRO:

Henrique Portugal (Skank)
Mauricio Nastácia (Tianastácia)
Samuel Rosa (Skank)

FLAMENGO:
Roberto Frejat (Barão Vermelho)
Canisso (Raimundos)
Fê Lemos (Capital Inicial)
Léo Jaime
Marcelo D2 (Planet Hemp)
Rodolfo (ex-Raimundos)
Guto Goffi (Barão Vermelho)
Flavio Lemos (Capital Inicial)
Herbert Vianna (Paralamas do Sucesso)
Digão (Raimundos)
Rodrigo Santos (Barão Vermelho)
Marcelo Yuka (F.U.R.T.O)
Paula Toller (Kid Abelha)
Fernando Magalhães (Barão Vermelho)
Bi Ribeiro (Paralamas do Sucesso)
Peninha (Barão Vermelho)

FLUMINENSE:
Evandro Mesquita (Blitz)
Serguei
Paulo Ricardo (RPM)
Toni Platão
Cícero Pestana (Dr. Silvana e cia)
Dado Villa Lobos (ex-Legião Urbana)
João Barone (Paralamas do Sucesso)

GRÊMIO:

Humberto Gessinger (Engenheiros do Hawaii)
Lucas Paraíba (Fresno)

INTERNACIONAL:
Beto Bruno (Cachorro Grande)
Carlos Matlz (ex-Engenheiros do Hawaii)

PALMEIRAS:
Igor Cavalera (Cavalera Conspiracy)
Bento Hinoto (Mamonas Assassinas)
Andre Jung (Ira!)
João Gordo (Ratos de Porão)
Hugo Mariutti (ex-Shaaman)
Branco Mello (Titãs)
Max Cavalera (Cavalera Conspiracy)
Ricardo Gaspa (Ira!)
Yves Passarell (Capital Inicial)
Derick Green (Sepultura)

SANTOS:
Paulo Miklos (Titãs)
Supla
Toni Bellotto (Titãs)
Kiko Zambianchi
Sergio Britto (Titãs)
Chorão (Charlie Brown Jr.)

SÃO PAULO:
Andreas Kisser (Sepultura)
Nasi (ex-Ira!)
Samuel Reoli (Mamonas Assassinas)
Marcelo Fromer (Titãs)
Dinho Ouro Preto (Capital Inicial)
Luis Mariutti (ex-Angra e ex-Shaaman)
Edgard Scandurra (Ira!)
Sergio Reoli (Mamonas Assassinas)
Nando Reis (ex-Titãs)
Roger Moreira (Ultraje A Rigor)

VASCO DA GAMA:
Marcelo Camelo (Los Hemanos)
Erasmo Carlos
Fred (ex-Raimundos)
Celso Blues Boy
Jimmy (Matanza)

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Esta no ar a lojinha Futebol e Rock 'n' Roll


Temos uma novidade para quem acompanha o Blog Na Mira: Futebol & Rock' n' Roll. Está no ar a nossa lojinha virtual onde você poderá encontrar diversos itens colecionáveis (LPs, CDs, Livros e Afins). Os itens são em sua maioria  usados e fazem parte do meu acervo pessoal. 

Clique no link abaixo e confira os itens à venda:

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Craque NETO vira BEATLE em paródia

Numa presepada digna do conto "A lebre e a tartaruga", o CORINTHIANS dormiu na primeira posição do campeonato ao final do primeiro turno e achou que já era campeão. Agora com o rival PALMEIRAS fungando em seu cangote parece que bateu o desespero.

A reação do "craque NETO" em seu programa de TV sintetiza isso. O apresentador e ex-jogador não economizou na hora de descer o sarrafo no desempenho do time. E viralizou em um vídeo que vai ser lembrado por anos.

A galera da zoeira não perdou. Em uma das montagens mais legais, colocaram o Neto para cantar "Twist and Shout" dos Beatles. Confira:

Veja também:
Separados no Nascimento: MANO MENEZES e JAMES HETFIELD

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

GUARDIOLA faz jogadores do MANCHESTER CITY ouvirem OASIS antes dos jogos

Curiosidade que saiu em vários sites esportivos: PEP GUARDIOLA, técnico do MANCHESTER CITY, faz com que os jogadores ouçam OASIS antes dos jogos.

A banda originária de Manchester tem como seus fundadores os irmãos Gallagher que são torcedores declarados do clube. E embora não esteja mais na ativa, tem alguns de seus hits constantemente entoados no Etihad Stadium. 

Agora resta saber se isso é usado como incentivo ou "ameaça" do tipo "ou vocês ganham o jogo ou vão ouvir isso o resto da semana"...

Brincadeiras à parte, Noel Gallagher inclusive entrevistou Guardiola na ocasião de sua chegada ao City, o que mostra quão próxima é a relação entre a banda e o clube.

Veja também:
Noel Gallagher entrevista Guardiola

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

GABRIEL JESUS recebe homenagem de NOEL GALLAGHER

JESUS e NOEL na mesma frase nos faz lembrar do Natal. Mas isso não vem ao caso. O que gostaríamos de registrar é que GABRIEL JESUS, craque do MANCHESTER CITY e da SELEÇÃO BRASILEIRA, recebeu uma homenagem de NOEL GALLAGHER em passagem pelo Brasil junto ao U2.
O músico britãnico e torcedor do CITY disse "Essa é para o GABRIEL JESUS", antes de tocar a música "A.K.A... What a life!", última de sua apresentação na noite de quinta-feira (19-10).

Já nesta sexta, em entrevista ao Danilo Gentili, o músico disse que "Gabriel Jesus é que nem Deus". 

Deve ser mesmo, afinal para o NOEL elogiar alguém só mesmo sendo algum tipo de divindade... 

Veja também:
GUARDIOLA faz jogadores do MANCHESTER CITY ouvirem OASIS antes dos jogos
  

domingo, 15 de outubro de 2017

SÃO PAULO FC é multado por causa de show do BLACK SABBATH no MORUMBI

Diego Garcia, do ESPN.com.br, reporta: o São Paulo, que está em meio a uma briga contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, recebeu uma multa de R$ 50 mil por conta do ruído acima do permitido registrado durante o show do Black Sabbath no Morumbi, em dezembro de 2016, como parte da turnê de despedida da lendária banda.


Os promotores envolvidos no caso afirmam que um parecer técnico da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) estabeleceu que a apresentação ultrapassou os níveis de ruído permitidos pela lei em um ponto próximo ao estádio tricolor. Leco, presidente do clube, ficou irritado com a multa e acionou os advogados que acionaram o Poder Judiciário alegando ilegalidade na realização da medição do ruído, já que ela teria sido feita enquanto chovia, o que interfere no resultado, além de existir violação no processo legal da aplicação da multa, pois o time tricolor alega não ter sido previamente ouvido.

Leia mais detalhes no link abaixo:


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

O dia em que MESSI foi maior que o U2

Você tem que decidir entre torcer para a sua Seleção em um jogo decisivo que pode levá-la à Copa do Mundo ou assistir um show de sua banda favorita. Escolha difícil, né?

Não para os felizardos Argentinos que tiveram a oportunidade de fazer as duas coisas e ver o U2 se apresentar no estádio Ciudad de La Plata com a turnê comemorativa de 30 anos do álbum "The Joshua Tree". 

Para que ninguém saisse prejudicado, a banda irlandesa aceitou adiar em duas horas sua entrada no palco, e os fãs puderam assistir Equador 1 x 3 Argentina nos quatro telões de alta definição instalados no local.

Com os três gols marcados e a Argentina classificada para a Copa, acho que não resta dúvidas que o verdadeiro herói da noite foi Messi e não Bono Vox.

Mesmo assim o U2 merece parabéns para reconhecer que nessa vida existem prioridades. E o futebol é uma delas!

Veja também:
NEYMAR, the master of GUITAR

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

GREEN DAY vira adversário do PERU em Repescagem da Copa 2018

Da série polêmicas inusitadas: um show do GREEN DAY pode ser decisivo no futuro da seleção peruana que busca a classificação para Copa da Rússia através da repescagem contra a Nova Zelândia. Confira mais detalhes na nota abaixo:

O show do Green Day em Lima, capital do Peru, está envolvido em uma grande polêmica que pode fazer com que uma partida da seleção peruana de futebol, pelas eliminatórias da Copa do Mundo, tenha que ser disputada fora da tradicional casa do time, o Estádio Nacional.

O show da banda americana está marcado para o dia 15 de novembro, no mesmo estádio, exatamente um dia após a partida de volta da repescagem entre Peru e Nova Zelândia, marcada para o dia 14 e que definirá qual das duas seleções vai estar na Copa do Mundo do ano que vem.

A apresentação do Green Day, que já tem milhares de ingressos vendidos e contratos previamente assinados, impossibilitaria a realização do jogo no estádio, já que o mesmo precisa ser preparado para o show com alguns dias de antecedência.

Em nota, a Federação Peruana de Futebol (FPF) afirma ter reservado com antecedência o estádio para uma eventual repescagem, ainda no mês de junho. Já a empresa Move Concerts, responsável pelo show, propôs que caso seja forçada a adiar ou cancelar seu evento, a federação seja obrigada a arcar com todos prejuízos. A FPF não concordou com a proposta e agora está apelando para que o governo do país interfira no caso, com o argumento que "se deve priorizar a utilização da infraestrutura esportiva para o que é sua finalidade natural".

Atualização:
A banda norte-americana mudou o local e a data de sua apresentação em Lima para garantir “mais apoio” à seleção peruana no duelo de volta da repescagem para a Copa do Mundo, contra a Nova Zelândia. O espetáculo agora está marcado para o dia 14 de novembro, no estádio San Marcos. A partida será no dia 16 de novembro, no estádio Nacional de Lima.

Fonte: globoesporte.com

Veja também:
O dia em que MESSI foi maior que o U2

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

NEYMAR, the master of GUITAR

O site inglês BLEACHER REPORT fez essas montagens aí a partir de uma comemoração de NEYMAR. Que música será que o craque do PSG estava tocando? Arrisco um "Sweet OUSADO o'mine"... (ok, parei!)

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Separados no Nascimento: MANO MENEZES e JAMES HETFIELD

Em homenagem ao CAMPEÃO da COPA DO BRASIL, compartilhamos essa pequena trollação que sempre aparece no site Whiplash comparando o técnico do Cruzeiro MANO MENEZES e o líder do Metallica JAMES HETFIELD.

E aí? São parecidos ou não?

domingo, 17 de setembro de 2017

EYELINER: entrevista em vídeo falando sobre o lançamento de seu primeiro EP

Os leitores mais assíduos do blog já devem conhecer a banda EYELINER que faz um hard rock clássico de influência oitentista e tem se destacado em vários cantos do estado de São Paulo.


No dia 9 deste mês a banda lançou em formato físico seu primeiro EP simplesmente chamado de "The Eyeliner EP". E estivemos presentes para bater um papo com Ray Walter (voz), Tony Alex (baixo) e Zafra (guitarra) e mais alguns outros membros da "Eyeliner Crew". Confira nosso registro no player abaixo:

Ouça na íntegra o "The Eyeliner EP":

sábado, 16 de setembro de 2017

BENTÃO a dois passos da Série B

Em 2016 o nosso querido Esporte Clube São Bento voltou ao cenário nacional participando da Série D do Campeonato Brasileiro. Com poucos recursos, o objetivo era simplesmente manter-se ativo e não perder a vaga na competição no ano seguinte. Resultado: uma campanha consistente e acesso à Série C.

Em 2017 a história está prestes a se repetir.

Com um time formado basicamente com o intuito de não cair, o Azulão conseguiu fazer uma campanha histórica e terminou na liderança do grupo B.

Agora terá pela frente o Confiança de Sergipe, quarto colocado do grupo A, em dois jogos que decidirão o acesso para a Série B.

O primeiro duelo acontece nesse domingo fora de casa. E no domingo seguinte o Estádio Municipal Walter Ribeiro presenciará um dos duelos mais importantes de sua história.

Por tudo que foi feito até aqui, temos todos os motivos para acreditar em um triunfo do clube sorocabano.

Se os adversários trazem confiança no nome, os são-bentistas trazem esperança na alma. Vamos Subir, Bento!

Veja também:
São Bento: assista ao documentário Beneditino: a resistência alviceleste

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

NO GRACIAS: assista ao clipe da música 2016

A banda NO GRACIAS disponibilizou em seu canal do Youtube o clipe para a música "2016" que faz parte de seu EP "Vista do Jogo".

Com teor bastante politizado, tanto a letra da música como o clipe fazem referências a acontecimentos recentes da nossa maltratada república. Confira:
A banda No Gracias iniciou suas atividades em 2007 com o vocalista Pablo Gusmão Rodrigues, o guitarrista Rafael Midugno e o baixista Renato Arrieche. No ano seguinte o baterista Rodrigo Corrêa completou a formação, mas por compromissos pessoais, a banda entrou em hiato. Após anos de inatividade, o grupo retorno como trio, sem Renato. 

Após a realização de diversos shows no Rio Grande do Sul e também na capital do Rio de Janeiro, a banda, que volta a ser um quarteto com a entrada do baixista Igor Lopes, entra em estúdio para gravar o seu primeiro EP com produção de Egisto Dal Santo. Em 2017 o grupo segue divulgando seu segundo trabalho, o EP “Vista do Jogo”, gravado no Estúdio Hurricane com produção de Sebastian Carsin.

Veja também:

NO GRACIAS: ouça o EP Vista do Jogo

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

São Bento: assista ao documentário Beneditino: a resistência alviceleste


Hoje é aniversário do nosso querido São Bento que completa 104 anos de existência e em plena forma.

Momento oportuno para revermos o documentário "Beneditino: a resistência alviceleste" que recentemente foi disponibilizado na íntegra no YouTube. Confira no player abaixo:
Veja também:
SÃO BENTO: Liderança na Série C não é por acaso

terça-feira, 12 de setembro de 2017

A última jornada da PATRULHA DO ESPAÇO

Os tempos andam mesmo difíceis para o Rock' n' Roll. A Patrulha do Espaço, uma das bandas mais icônicas do rock nacional, anunciou que encerrará as atividades. 

Segundo Rolando Castello Jr., baterista e líder da Patrulha, os motivos são o oportunismo de produtores e o amadorismo da cena. Abaixo reproduzimos sua postagem na página oficial da banda no Facebook:
"Amigas e amigos, depois de muita reflexão, de muito pensar e de conversar com meus companheiros de banda e neste ano, em que Patrulha do Espaço completa 40 anos de estrada, tomei a decisão de pararmos com as atividades da banda, quando finalizarmos este ano de comemorações, que será na segunda-feira dia 17 de setembro de 2018, faremos nosso último show onde tudo começou, na cidade de São Paulo.
Neste meio tempo, seguiremos cumprindo nossos compromissos já agendados, como já estamos fazendo há algum tempo, no esquema de baixo perfil, com poucos shows em algumas cidades, como o fizemos no último domingo em Belo Horizonte e o faremos no próximo sábado em Florianópolis.
Desfiar o rosário de razões para essa decisão seria longo e chato, um dia o farei, mas as razões básicas, são o cansaço e a extrema dificuldade em se fazer algo digno num Brasil onde as dificuldades são cada vez maiores que as facilidades.
Reproduzo aqui algo que li em algum lugar por estes dias, que realmente foi a gota d’água para tomar essa decisão, pois concordo 110% com o que li, que foi o seguinte:
“Se não fosse pelo imoral monopólio dos meios de comunicação a Patrulha do Espaço lotaria estádio de futebol com 50 mil pessoas!”
Creio que cumprimos com dignidade nossa jornada até aqui, mas chegou a hora de dar um tempo, de meu lado não significa que pararei de tocar, seguirei com meus outros projetos artísticos musicais aqui e na Argentina, mas a Patrulha merece um descanso e eu mereço um descanso da Patrulha, ainda nos veremos em alguns shows no decorrer deste ano comemorativo e não vejo isso como algo triste, pelo contrário, melhor parar, do que seguir submetidos a sermos obrigados a tocar num circuito de merda e lidar com promotores e produtores idem.
Muito obrigado a todos e nos seguimos vendo até o último show, saúde, paz, amor e rock para todos."

No fundo nós fãs é que temos de agradecer pela perseverança da Patrulha do Espaço e pela ótima discografia deixada. Obrigado por tudo e boa sorte aos integrantes da banda em seus projetos futuros!

Veja também:
RICK WAKEMAN: O mago dos teclados e do futebol

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

UFRAT: ouça o álbum Global Devastation na íntegra


A banda paranaense de Thrash/Death “Ufrat” liberou seu álbum “Global Devastation” na íntegra para audição em seu canal oficial do YouTube.

As músicas do disco lançado em 2016 abordam temas diversificados, explorando assuntos como críticas sociais, religiosas e políticas, a ideia central do conjunto, é levar uma opinião sobre os temas, nunca impondo aquilo que seja uma verdade suprema. Confira no player abaixo:
Track List:
01 - Intro
02 - Smell Of Death
03 - Unceasing Torment
04 - Annihilator of Minds
05 - Bastard Blood
06 - Confronting Death
07 - Global Devastation
08 - Death Row
09 - Peter Killer
10 - Cruel Faith
11 - Social Chaos
12 - Voluntary Slavery
13 - Nightfear (Cover Bennediction)

Formação:
Caio – Vocal
Alex – Guitarra
Ivan – Bateria
Marcelo – Baixo

Mais informações:
Facebook: 

Veja também:
HELLISH WAR: 15 anos em defesa do Heavy Metal

domingo, 3 de setembro de 2017

RICK WAKEMAN: O mago dos teclados e do futebol

O virtuoso tecladista RICK WAKEMAN foi uma unanimidade como instrumentista nos anos 70 por seu trabalho com o YES e também por seus discos solos com temas históricos/literários, em especial a tríade "Six Wives of Henry VIII", "The Myths and Legends of King Arthur and The Knights of the Round Table" e "Journey to the Centre of the Earth".

Menos conhecido, porém, é o viés futebolístico de sua obra. Rick Wakeman foi o responsável pela trilha sonora de duas COPAS DO MUNDO da Fifa. 
É claro que estamos falando de um outro tipo de trilha sonora e de uma época bastante anterior aos "Waka-waka" dos mundiais modernos.
Em 1982, Wakeman gravou o disco "Golé", que na verdade trata-se da trilha sonora do filme de mesmo nome que registrava os melhores momentos do Mundial daquele fatídico ano, marcado para o Brasil pela "tragédia do Sarriá" como ficou conhecida a eliminação da até hoje cultuada Seleção de Telê Santana. 

Em 1986, Wakeman repetiu a dose, gravando a trilha sonora do filme oficial da Copa do México intitulado "Hero".

Deve ter sido bastante doloroso para o músico britânico ter que compor uma trilha em homenagem a Maradona que destruiu a Inglaterra com direito ao sua antológica "mão de Deus".
Infelizmente, a trilha sonora não saiu em disco e acredito que poucos colecionadores ainda guardem a cópia do VHS do filme. Mesmo assim, é possível ouvir algumas faixas ou mesmo assistir a trechos do filme no Youtube (por questões de Copyright a Fifa vetou a maioria dos conteúdos relacionados ao filme). O filme na íntegra pode ser conferido CLICANDO AQUI.  
Dos anos 90 em diante a história foi outra. Tanto o Rock Progressivo quanto o futebol se transformaram e adquiriram características bastantes distintas. Mas fica essa curiosa de lembrança de quando o futebol e a música eram mais elegantes.

Veja também:
E se bandas clássicas inglesas fossem times da PREMIER LEAGUE?

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

BROKEN JAZZ SOCIETY: ouça novo álbum RUBBER TALK

Após o excelente EP "Gas Station" o trio BROKEN JAZZ SOCIETY está com um novo trabalho, dessa vez "full length". 

O álbum intitulado "Rubber Talk" conta com 9 músicas e foi produzido por Gustavo Vazquez (Hellbenders, Black Drawing Chalks, Uganga, Canábicos), que já tinha trabalhado com a banda em "Gas Station". 

Rubber Talk foi lançado digitalmente nas principais plataformas de streamming e pode ser conferido no player abaixo: 

O Broken Jazz Society foi formado em 2013 em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e atualmente conta com Mateus Graffunder (guitarra/vocal), João Fernandes (baixo) e Felipe Araújo (bateria). 
Ouça “Rubber Talk” também em:
Google Play: https://goo.gl/4Tj5TP

Mais Informações:

terça-feira, 22 de agosto de 2017

CACÁ BARROS: ouça músicas do EP ADRENALINE

Já está disponível nas principais plataformas de streamming o EP "Adrenaline", trabalho de estreia do guitarrista Cacá Barros. As músicas do EP, no entanto, podem ser baixadas gratuitamente no link abaixo, disponibilizado pelo próprio músico em suas redes sociais:


Quem quiser também pode adquirir a caixa especial que traz vários conteúdos exclusivos em uma pen drive personalizada. Para saber mais visite a fan page de Cacá Barros no Facebook:


Veja também:
GOLPE DE ESTADO: show de 30 anos em Sorocaba em Setembro

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

SUPLA: melhor no campo do que na música?

O papito SUPLA sempre foi uma grande figura do Rock Nacional. Torcedor do Santos e figura bastante midiática, nem sempre se destacou pela música, embora tenha tido seus bons momentos em sua confusa carreira.
No vídeo abaixo relembramos sua faceta mais surpreendente: o Supla jogador de futebol, craque peladeiro do saudoso Rock & Gol da MTV. Assista ao vídeo e divirta-se:
Veja também:
KISS: Paraná Clube apresenta reforço com maquiagem da banda

terça-feira, 15 de agosto de 2017

SÃO BENTO: Liderança na Série C não é por acaso


Vi algumas postagens de páginas e perfis em redes sociais repercutindo a ótima fase que vive nosso querido São Bento de Sorocaba que lidera o grupo B na SÉRIE C do Brasileirão. A maioria dessas postagens demonstravam um certo espanto com o desempenho do Azulão, mas o são-bentista que tem acompanhado o clube nos últimos anos sabe que esse sucesso não é por acaso.

Além do trabalho sério da diretoria, o técnico Paulo Roberto Santos, no clube por mais de três anos consecutivos (chegou a sair mas apalavrado para voltar, coisas do futebol do interior), é um profundo conhecedor da realidade do futebol nacional e tem demonstrado talento ímpar na formação dos times que comanda.

Um elenco experiente e cascudo, sólido na defesa e cirúrgico no ataque, em um pragmatismo que às vezes chega a irritar os torcedores mais ansiosos, o fato é que PR Santos conhece muito e com ele as chances de conseguir mais um acesso são reais.

Ficamos nossa torcida, primeiro pela classificação à próxima fase e depois pelo acesso à Série B! Vamos subir, Bento!

Veja também:
KISS: Paraná Clube apresenta reforço com maquiagem da banda

sábado, 12 de agosto de 2017

GOLPE DE ESTADO: show de 30 anos em Sorocaba em Setembro

A banda GOLPE DE ESTADO, um dos maiores ícones do Hard Rock nacional, estará de volta a Sorocaba no dia 22 de Setembro com o show que celebra seus 30 anos de carreira.

A abertura ficará por conta das bandas ULTRASSÔNICO e EYELINER.

O evento ocorre no NIXX CAFÉ. Mais informações em:

Veja também:

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

KISS: Paraná Clube apresenta reforço com maquiagem da banda


Neymar? A maior contratação do ano acaba de ser concretizada: o meia VINÍCIUS KISS é o novo reforço do PARANÁ CLUBE para a disputa da reta final da Série B.

E a apresentação, pelo menos nas redes sociais, foi feita a caráter, com o jogador com a maquiagem da banda de quem ele herda o sobrenome (sim, KISS não é apelido).

Como já diziam os mascarados mais famosos do Rock: "You wanted the best, you got the best..."

Veja também:
Zagueiro do Corinthians canta com CPM 22

terça-feira, 8 de agosto de 2017

E se bandas clássicas inglesas fossem times da PREMIER LEAGUE?



E se as banda clássicas inglesas fossem times da Premier League? Essa premissa levou o designer Matheus Viana brasileiro a criar escudos e uniformes para os times bandas. Confira algumas imagens deste trabalho sensacional:




Para ver o trabalho completo, acesse:




Só acho que se alguma empresa de material esportivo comprasse essa ideia iria lucrar muito!

Veja também:
CORINTHIANS lança camisas inspiradas em bandas de ROCK

domingo, 6 de agosto de 2017

HELLISH WAR: 15 anos em defesa do Heavy Metal

Nesse mundo em que a novidade da manhã já está ultrapassada no início da tarde, de tantos modismos e em que pessoas que buscam "viralizar" para ter seus 5 segundos de fama, um artista ou banda que permanece fiel ao seu estilo merece todo o respeito.
É esse o caso da banda HELLISH WAR. Fiéis ao heavy metal desde sua fundação, a banda celebra 15 anos do seu debut "Defender of Metal" com shows em que pretendem tocá-lo e na íntegra e de quebra também nos presenteia com o relançamento de "Keep it Hellish", álbum lançado originalmente em 2013. A seguir você confere algumas impressões sobre esses dois grandes momentos do Heavy Metal nacional. 


DEFENDER OF METAL - REVIEW



"DEFENDER OF METAL" foi lançado em 2001, talvez no auge de popularidade do power metal (ouça no player abaixo).

É preciso lembrar que os anos 90 foram tempos bastante conflituosos no rock/metal.

Bandas icônicas como Judas Priest e Iron Maiden mudaram seus vocalistas; Metallica apareceu de cabelos curtos e com uma sonoridade mais acessível; até o Bruce Dickinson andou renegando o heavy metal. Tudo isso em meio ao surgimento de outras tendências como o Grunge no ínicio da década e o "pop punk" e o "nu metal" ao seu final.

Esse cenário demandava uma certa urgência pela auto-afirmação dos fãs do chamado metal tradicional, de certa forma "traídos" por algumas de suas maiores referências.

Por isso, se o álbum "Defender of Metal" soa um pouco ingênuo em sua concepção, ele se justifica justamente por ser um reflexo de sua época. É o típico disco que apaixonados pelo gênero gostariam de ouvir e que uma banda em início de carreira gravaria.

Musicalmente, ele emula as principais características das bandas oitentistas do estilo, com músicas rápidas e riffs de fazerem cabeças rolarem.

Toda essa garra pode ser percebida nas músicas que se tornaram verdadeiros hinos como "Hellish war"; "Living for the Metal"e "Defender of Metal".

Por tamanha honestidade e energia, o disco se tornou um dos marcos do metal nacional conquistando também repercussão internacional e merece ser redescoberto pelas novas gerações de headbangers.

TRACKLIST:
1 - Into The Battle
2 - Hellish War
3 - We Are Living For The Metal
4 - Defender Of Metal
5 - The Sign
6 - Gladiator
7 - Into The Valhalla
8 - Sacred Sword
9 - Memories Of A Metal
10 - Feeling Of Warriors
11 - The Law Of The Blade


FORMAÇÃO: 
Roger Hammer (vocal), Vulcano (guitarra), Daniel Job (guitarra), Gustavo Gostautas (baixo) e Jayr Costa (bateria).

KEEP IT HELLISH - REVIEW


Doze anos se passaram de "Defender of Metal" até "Keep It Hellish", que permanece o mais recente álbum da banda (ouça no player abaixo).

O sucesso do debut rendeu ainda um segundo álbum de estúdio ("Heroes of Tomorrow" de 2008) e um ao vivo ("Live in Germany", de 2010).

Com tamanha bagagem, não chega a ser surpreendente que "Keep It Hellish" mostre músicos e composições mais maduras. Mas o que se sobressai é que a garra e a energia do disco de estreia mantiveram-se intactas, garantindo um disco vigoroso e muito bem produzido, que pode facilmente figurar nas listas de melhores do gênero.

"Keep It Hellish" também marca a estreia do vocalista Bil Martins que conseguiu imprimir suas características, adaptando-se muito bem à proposta da banda e destacando-se com grandes interpretações. 

Destacam-se as faixas "Keep it Hellish" e seu coro fantástico; "The challenge", com seu andamento bem marcado e uma grande performance de Bil Martins. A rápida "Reflects on the blade" é outra das minhas favoritas. Temos ainda a instrumental "Battle at the Sea"mostra as virtudes da banda, em especial do guitarrista Vulcano em compor bons riffs e boas melodias. "Darkness Ride" e "The Quest" tem o tom "épico" na medida certa sem descambar para orquestrações pretensiosas.

Aguardamos agora o próximo lançamento da banda. Quem sabe mais um clássico ainda esteja por vir! Keep it Hellish!

TRACKLIST:
1- Keep It Hellish
2- The Challenge
3- Reflects On The Blade
4- Fire And Killing
5- Masters Of Wreckage
6- Battle At Sea
7- Phantom Ship
8- Scars (Underneath Your Skin)
9- Darkness Ride
10- The Quest

FORMAÇÃO:
Bil Martins (vocal), Vulcano (guitarra), Daniel Job (guitarra), JR (baixo) e Daniel Person (bateria).

Mais Informações: 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

HIGHER: veja a banda tocando THE SIGN no Estúdio Fusão

A banda paulista de metal Higher continua trabalhando na pré-produção do seu segundo disco de estúdio. Mais da metade do álbum já está composta e boa parte do material já foi gravado.


Em meio às gravações do novo álbum, o grupo que é formado por Cezar Girardi (vocal), Gustavo Scaranelo (guitarra), Will Costa (baixo) e Pedro Rezende (bateria), filmou uma série de vídeos no Estúdio Fusão em São Paulo sob produção de Thiago Bianchi e Juninho Carelli.

O primeiro vídeo dessa série foi o cover de “Under Fire”, do Heaven’s Gate, divulgado no início do mês de Julho. Agora é a vez de “The Sign”, música presente no disco de estreia autointitulado de 2014. Confira no player abaixo: 

Outros vídeos dessa mesma série serão divulgados em breve.

Mais Informações:


Veja também:
AXES CONNECTION: A Glimpse Of Illumination (Review)

domingo, 30 de julho de 2017

PRESTTO: banda de Votorantim divulga novo clipe

A banda PRESTTO, classic rock aqui de Votorantim/SP, divulgou um novo videoclipe de seu trabalho autoral.

A música escolhida foi "A Marca". O resultado ficou fantástico e a mensagem do rock'n'roll como catalizador das emoções do dia-a-dia não poderia ser mais verdadeira.

Confira no player abaixo;

Mais informações:

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Chester Bennington e os heróis trágicos do rock

"Espero morrer antes de envelhecer" é um famoso verso da canção "My generation" do The Who. 



Paradoxalmente, seus autores estão aí, "velhinhos" e na ativa, prestes a desembarcar no Brasil para tocar pela primeira vez no país.

Por outro lado, temos heróis verdadeiramente trágicos, como Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, que tirou a própria vida aos 41 anos. 

A coincidência mórbida é que a data escolhida foi justamente o dia do aniversário de seu amigo Chris Cornell, que recentemente tomou atitude semelhante. Cornell tinha 52 anos.

Mas a lista de rockstars suicidas é um pouco mais longa. 

Kurt Cobain, Nirvana, 27 anos.

Ian Curtis, Joy Division, 24 anos.

Michael Hutchence, INXS, 37 anos.

Dave Leppard, Crashdiet, 25 anos.

Estes são apenas alguns casos famosos e confirmados, em meio a tantos outros relacionados ao abuso de drogas que levaram diversos talentos da música a uma morte solitária e precoce.

É difícil compreender porque pessoas talentosas, ricas e famosas chegam a decisão tão extrema. 

Alguns desses artistas como Cobain e Bennington sempre demonstraram em suas letras uma visão pouco otimista da vida. 

Talvez gritassem por ajuda. Por fazerem isso em público, receberam aplausos que aparentemente não foram suficientes para ajudá-los a superar seus conflitos.

Por outro lado, através de sua música auxiliaram milhões de adolescentes a superar suas próprias frustrações.

Eis o grande perigo. Se não nos cabe o julgamento moral desses artistas, também não podemos romantizá-los. Suicídio jamais pode ser considerado solução.

Por isso, caso esteja passando por um momento difícil, sugiro o exemplo de um outro astro do rock.

Freddie Mercury foi diagnosticado com AIDS quando a doença era uma verdadeira sentença de morte. 

Ao invés de se abater, ele gravou uma das mais belas canções de todos os tempos.

"The show must go on" é a última faixa do disco "Innuendo", o último trabalho do Queen lançado com Freddie ainda vivo.


Entre outras pérolas, traz os versos "Por dentro meu coração está partido, minha maquiagem pode estar se desfazendo, mas meu sorriso continua". 

Celebrem a vida de seus artistas favoritos pelas suas obras, não pelas suas mortes.


A vida é um show e esse show tem sempre que continuar.

Veja também:
13 REASONS WHY: 13 reflexões sobre a série da NETFLIX

terça-feira, 25 de julho de 2017

STEVE HARRIS joga futebol em Nova Iorque

O que faria um Inglês em Nova Iorque? Depende. Se fosse o Sting tomaria chá e tentaria impressionar alguém com seu sotaque (OUÇA AQUI caso não tenha pego essa referência).

Mas como estamos falando do primeiro e único STEVE HARRIS, baixista é líder do IRON MAIDEN, é claro que a única resposta possível é bater uma bolinha com os parças, como mostram essas fotos publicadas no perfil da banda no Instagram. A pelada antecedeu o último show da atual turnê mundial do Maiden.

É isso aí, Steve! FOOTBALL é um só! Up the Irons!
Veja também:
ANDREAS KISSER visita NEYMAR